Download da carteira
App apple Aplicativo do Google
Qrcode
Escanear código QR
Empréstimo
Última atualização: 06 outubro 2023

Por que é necessário colateral em empréstimos de criptomoedas

Aprenda o que é empréstimo de criptomoedas e como ele funciona, descubra por que a maioria das plataformas de empréstimo de criptomoedas exige garantias e confira exemplos de casos de uso de empréstimos de criptomoedas.

O mundo das criptomoedas revolucionou as finanças tradicionais de várias maneiras, e um dos desenvolvimentos mais empolgantes é o surgimento dos empréstimos em criptomoedas. Imagine poder obter um empréstimo usando seus ativos de cripto como garantia - isso não apenas é possível, mas cada vez mais essencial no cenário atual das criptomoedas.

Empréstimos de criptomoedas fornecem uma maneira para indivíduos acessarem liquidez, seja para emergências pessoais, capitalizar um empreendimento comercial ou até mesmo obter rendimentos sobre suas holdings. Ao contrário dos empréstimos tradicionais, o mundo das criptomoedas oferece soluções de empréstimo inovadoras, e neste artigo, exploraremos todos os detalhes sobre empréstimos de criptomoedas e por que eles estão se tornando indispensáveis.

O que é um empréstimo de criptomoedas

Empréstimos de criptomoedas, em essência, são empréstimos garantidos por colaterais de criptomoedas. Aqui estão quatro motivos principais pelos quais você pode considerar a possibilidade de obter um empréstimo de criptomoedas:

  1. Liquidez não tributável: Para investidores de criptomoedas ou "hodlers" que desejam evitar impostos sobre seus ganhos, obter empréstimos contra seu colateral de criptomoedas pode ser uma maneira eficiente do ponto de vista fiscal de acessar moeda fiduciária.
  2. Trading Arbitragem: Empréstimos de criptomoedas permitirão que você maximize seus ganhos ao tomar um ativo emprestado de uma plataforma e emprestá-lo em outra, tirando vantagem das diferenças de preço.
  3. Margin Trading: Essa estratégia envolve alavancar seus ganhos obtendo empréstimos de criptomoedas para comprar colaterais adicionais sem passar por uma exchange centralizada.
  4. Empréstimos Relâmpago: Enquanto a maioria dos empréstimos de criptomoeda requerem garantia, os empréstimos relâmpago são descolateralizados, permitindo que você pegue emprestado cripto para operações imediatas e pague na mesma transação. Eles são frequentemente utilizados em negociações de arbitragem para alavancar níveis de maior liquidez.

Como Os Empréstimos de Cripto Funcionam

Um dos aspectos fundamentais do empréstimo de criptomoedas é o colateral. O colateral serve como segurança para o credor no caso de inadimplência do mutuário. Veja como funcionam os empréstimos de criptomoedas:

Razão de Colateralização: Para garantir um empréstimo de criptomoeda, você fornece ativos de criptomoeda como garantia. O valor da sua garantia deve exceder um certo limite conhecido como razão de colateralização. Se o valor dos seus ativos de criptomoeda cair abaixo desse limite, seus ativos estarão em risco de liquidação.

Empréstimo Pagamento: Após receber o empréstimo, você é esperado para devolvê-lo com juros. Assim que o empréstimo, incluindo juros, for pago, seus ativos de criptomoeda são liberados de volta para você integralmente.

Por que é Essencial a Colateralização para Empréstimos de Criptomoedas?

O Colateral é um componente crucial do empréstimo de criptomoedas por várias razões:

  1. Redução de Risco: As criptomoedas são conhecidas por sua volatilidade de preço. Para mitigar o risco de inadimplência dos tomadores de empréstimo, os credores exigem que eles forneçam garantias. Se um tomador de empréstimo não pagar a dívida, o credor pode liquidar as garantias para recuperar seus fundos.
  2. Supercolateralização: Devido à volatilidade inerente das criptomoedas, os credores frequentemente exigem que os mutuários façam uma supercolateralização em seus empréstimos. Isso significa que os mutuários devem fornecer colateral no valor superior ao montante do empréstimo que desejam receber. A supercolateralização garante que os credores estejam adequadamente protegidos, mesmo que o valor do colateral caia.
  3. Flutuações de preço: As criptomoedas podem sofrer flutuações significativas de preço em um curto período de tempo. Se o valor do colateral do mutuário diminuir, ele poderá ser obrigado a fornecer colateral adicional para manter a proporção empréstimo-colateral. A falta de cumprimento dessa obrigação pode resultar na liquidação do colateral pelo plataforma de empréstimo.

Benefícios do Empréstimo em Criptomoedas

  • Acessibilidade: Emprestar criptomoedas é acessível a indivíduos com diferentes backgrounds financeiros, incluindo aqueles sem histórico de crédito ou aqueles que são subatendidos pelos bancos.
  • Flexibilidade: Os termos de reembolso e as estruturas de empréstimo podem ser mais flexíveis do que os empréstimos tradicionais. Os mutuários podem adaptar seus empréstimos para atender às suas necessidades específicas.
  • Velocidade: Empréstimos criptografados podem ser processados rapidamente, muitas vezes em minutos, em comparação com empréstimos bancários tradicionais, que podem levar dias ou semanas.
  • Liquidez de Ativos: Os mutuários podem acessar liquidez sem acionar eventos tributáveis ao venderem seus ativos criptográficos.
  • Diversificação de ativos: Os credores podem ganhar juros sobre suas criptomoedas e diversificar sua carteira de investimentos.

Empréstimos Crypto CeFi vs. DeFi

Agora, vamos explorar as principais diferenças entre empréstimos de criptomoedas em Finanças Centralizadas (CeFi) e Finanças Descentralizadas (DeFi):

Empréstimos CeFi (Centralizado de Finanças):

  • Fornecidos por entidades centralizadas que atuam como intermediários.
  • Estes dólares são garantidos por estas entidades, e elas emitem empréstimos em dólar americano com base nessa garantia.
  • Exemplos incluem Nexo, Binance e FTX.
  • Existem pontos únicos de falha, pois essas plataformas podem falhar, resultando potencialmente na perda de garantias.

Empréstimos DeFi (Finanças Descentralizadas):

  • Operar por meio de aplicações financeiras baseadas em blockchain, eliminando a necessidade de intermediários centralizados.
  • Os contratos inteligentes são usados para automatizar transações, garantindo transparência e segurança.
  • Você mantém o controle total dos seus fundos e garantias.
  • Qualquer pessoa com ativos criptográficos suficientes pode participar como credor em pools de empréstimos DeFi.

Riscos envolvidos:

  • Empréstimos CeFi carregam risco de insolvência se o provedor da plataforma falir, podendo resultar na perda de seus ativos.
  • Empréstimos DeFi podem ser vulneráveis a explorações de contrato inteligente e invasões se o código for mal escrito.
  • Existe risco chave do administrador no DeFi, onde os desenvolvedores controlam as chaves do administrador e poderiam potencialmente usá-las de forma inadequada.
  • O risco de liquidação está presente quando o valor do seu colateral cai abaixo do mínimo necessário, resultando na liquidação do ativo.

Casos de uso de empréstimo de criptomoedas

1. Empréstimo Imobiliário:

  • Imagine que você está procurando comprar sua primeira casa e precisa de um empréstimo hipotecário. Bancos tradicionais exigem um pagamento inicial de 20% e emprestam os 80% restantes para você. No entanto, você pode usar uma plataforma de empréstimo criptográfico como a Cropty Wallet para depositar sua criptomoeda como garantia e pedir empréstimo em stablecoins ou moedas fiduciárias para cobrir o pagamento inicial. Dessa forma, você pode manter seus investimentos em criptomoedas enquanto acessa os fundos necessários para comprar sua casa.

2. Compra de um carro:

  • Se você deseja comprar um carro um pouco caro demais, mas ainda ao seu alcance, você pode usar empréstimo de criptomoeda. Semelhante ao exemplo de hipoteca residencial, você pode depositar sua criptomoeda como garantia e pegar emprestado os fundos necessários para comprar o carro. Dessa forma, você pode aproveitar o carro que deseja sem vender suas criptomoedas.

3. Negociação com alavancagem:

  • As plataformas de empréstimo de criptomoedas permitem que você crie posições alavancadas. Suponha que você tenha US$100 em Ethereum. Você pode depositá-los em uma plataforma de empréstimo, emprestar stablecoins contra eles e usar essas stablecoins para comprar mais Ethereum. Agora você tem mais Ethereum, o que pode levar a ganhos mais significativos caso o preço suba. No entanto, seja cauteloso, porque a alavancagem também pode amplificar as perdas se o preço cair.

4. Empréstimos Flash:

  • Os empréstimos flash são um recurso exclusivo oferecido por algumas plataformas de empréstimo de criptomoedas, como Cropty Wallet. Com um empréstimo flash, você pode pegar emprestada uma quantidade substancial de criptomoedas sem fornecer garantia. Esses empréstimos precisam ser pagos dentro da mesma transação na blockchain. Você pode usar os empréstimos flash para oportunidades de arbitragem, como explorar diferenças de preço entre as exchanges.

5. Renda Passiva:

  • Se você tiver criptomoedas excedentes que não quer vender, pode emprestá-las em plataformas de empréstimo de criptomoedas. Ao emprestar sua cripto, você ganha juros ao longo do tempo. Isso permite que você gere renda passiva a partir de suas holdings de cripto, assim como ganhar juros em uma conta de poupança de banco tradicional.

6. Diversificando Investimentos:

  • A empréstimo de criptomoedas também pode ajudar a diversificar sua carteira de investimentos. Em vez de ter todos os seus fundos atrelados a uma única criptomoeda, você pode usar parte de seus ativos como garantia para emprestar outras criptomoedas ou stablecoins, permitindo que você invista em diversos ativos e potencialmente se beneficie dos movimentos de preço em diferentes mercados.

Conclusão

Em conclusão, empréstimos de criptomoedas se tornaram parte integrante do ecossistema de criptomoedas, oferecendo inúmeros benefícios, como eficiência fiscal, oportunidades de arbitragem e flexibilidade nas negociações e empréstimos. Se você optar por empréstimos CeFi ou DeFi, é crucial entender os riscos e vantagens associados a cada um.

Assim como qualquer decisão financeira, realizar uma pesquisa completa e possivelmente buscar aconselhamento especializado é essencial. Empréstimos de criptomoedas podem ser ferramentas poderosas, mas eles vêm com seu próprio conjunto de riscos. Seja para emprestar ou pegar emprestado criptomoedas, faça escolhas informadas para navegar com sucesso nesse espaço dinâmico. Lembre-se de curtir, se inscrever e se manter atualizado sobre as últimas novidades em criptomoedas!

Artigos relacionados